Um rebelde do NPA assassinado em Sorsogon foi nomeado alto funcionário do NPA

Foto do arquivo INQUIRER

CIDADE DE LEGAZPI – Um rebelde que foi morto na batalha de Juban na cidade de Sorsogon na terça-feira foi identificado como um oficial superior do Novo Exército Popular (NPA), de acordo com um relatório militar na quarta-feira, 3 de julho.

José Arnel Esteller, 57, também conhecido como “Mando”, “Arnel” e “Ariston”, era o secretário do 3º Comitê Distrital do Comitê Regional do Partido Bicol, tornando-o o mais alto funcionário do NPA. Sorsogon, segundo relato do major Frank Roldan, porta-voz da 9ª Divisão de Infantaria do Exército Filipino.

O 22º Batalhão de Infantaria teve um tiroteio de 30 minutos com três rebeldes do NPA em Barangay Biriran às 5h20 da terça-feira, 2 de julho, informou o Exército anteriormente.

Os familiares de Esteller confirmaram a identidade após a reunião. Ele ingressou no NPA em 1985 e enfrentava múltiplas acusações de homicídio e homicídio qualificado.

“Ele muitas vezes ignorou o apelo das autoridades e da sua família para regressar ao domínio da lei por causa do direito que tem de ser o líder do grupo”, disse Roldan num comunicado de imprensa.

Seu filho, José Marie, também conhecido como “Maria” ou “Bagi”, que também lidera um grupo terrorista em Sorsogon, foi recentemente preso em Batangas, disseram os militares.


Não foi possível salvar seu registro. Por favor, tente novamente.


Seu registro foi realizado com sucesso.



Fonte

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here