Josh Klinghoffer, ex-vocalista do Red Hot Chili Peppers, reivindica morte injusta

Josh Klinghoffer, ex-vocalista do Red Hot Chili Peppers e atual membro em turnê do Pearl Jam, foi acusado de homicídio culposo e perigo imprudente depois de atropelar um pedestre com seu SUV em Los Angeles em março.

O processo foi relatado pela primeira vez por TMZque confirmou através do advogado de Klinghoffer que a guitarra estava de fato ao volante quando o acidente ocorreu em 18 de março de 2024. O vídeo obtido pelo TMZ mostra que o GMC Yukon preto de Klinghoffer estava virando à esquerda em um cruzamento em Alhambra, Califórnia, quando atingiu a vítima. , identificado como Israel Sanchez, de 47 anos.

O vídeo mostra o carro correndo e parando Sanchez, após o que Klinghoffer sai do carro, vai até o ponto e volta para o carro. Sanchez foi atingido na cabeça e sucumbiu aos ferimentos cerca de duas horas depois.

O processo alega que Klinghoffer não pisou no freio e ficou “confuso” enquanto estava ao volante. O LAPD não foi preso no caso, mas a família da vítima está processando Klinghoffer por negligência e homicídio culposo, e está atrás dele por danos.

Andrew Brettler, advogado de Klinghoffer, disse ao TMZ: “Foi um acidente terrível. Depois que Josh atropelou esse pedestre na faixa de pedestres, ele imediatamente se afastou, parou o carro, ligou para o 911 e esperou até a polícia e a ambulância chegarem. a polícia durante toda a investigação de trânsito. Este foi um acidente grave.”

Klinghoffer tocou com o Red Hot Chili Peppers de 2009 a 2019, substituindo o guitarrista de longa data John Frusciante. Desde então, ele se juntou ao Jane’s Addiction e ao Pearl Jam como membro da turnê, e atualmente está em turnê com o Pearl Jam.



Fonte

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here