Games

[Games][threecolumns]

Tecnologia e Internet

[Tecnologia][bleft] [Internet][bleft]

WhatsApp terá um novo serviço parecido com o Snapchat.

Sua intenção é competir com a plataforma do Snapchat. Além disso, o Facebook deixou e usar os dados dos usuários de WhatsApp no Reino Unido.

Sua intenção é competir com a plataforma do Snapchat. Além disso, o Facebook deixou e usar os dados dos usuários de WhatsApp no Reino Unido.


Siga nossas redes sociais:

Twitter

Facebook

O WhatsApp é uma plataforma que não para de evoluir. Não sabemos se para o bem ou para o mal, mas não deixa de adicionar características que nos ajudam a comunicarmos melhor com nossos contatos. Uma de suas últimas adições, que nem todo mundo ainda tem disponível, é a opção da videochamada.

E a medida que o recurso está chegando a todos os terminais que possuem WhatsApp, a companhia responsável pelo aplicativo já está trabalhando na próxima atualização, no qual ela quer fazer concorrência direta a um dos serviços que mais tem crescido nos últimos meses, o Snapchat. Estamos falando do WhatsApp Status, um aplicativo que atuaria mais ou menos como o aplicativo anteriormente mencionado, permitindo usar um ou vários vídeos e imagens e publicá-los em nossa "linha do tempo", de uma forma muito similar a como o Snapchat funciona.

O WhatsApp Status seria também parecido com o Instagram Stories, um conceito que o Facebook, a empresa dona de ambos serviços, já adicionou com relativo sucesso. Com isto, pretendem parar o crescimento do Snapchat e competir contra o aplicativo que o Facebook não pôde comprar, cujas características e simplicidade fazem que tenham cada vez mais usuários no aplicativo.

Contudo, nem tudo que está sendo feito com o WhatsApp está agradando os usuários. Com uma das últimas atualizações do aplicativo, veria a opção quase obrigatória de compartilhar com o Facebook os dados de tua conta do WhatsApp, ou seja, seu nome de usuário, seu telefone, e suas fotografias que eram algumas das coisas que a companhia guardaria para si com a intenção de melhorar a publicidade e as ofertas de sua conta do Facebook. Nem todos receberam essa informação como boa ideia, principalmente se levarmos em conta o quanto é simples hackear absolutamente tudo.

Incluindo organizações oficiais que davam o alarme sobre o perigo que poderia ser a privacidade dos usuários, e assim mostrava sua preocupação Elizabeth Denahm, do Gabinete do Comissário da Informação do Reino Unido, onde explicava que "o que mais preocupa os consumidores é o fato de não se sentirem devidamente protegidos". Além disso, não acreditava que os usuários sabiam exatamente se estava sendo oferecido informações suficientes para saber se de fato o Facebook pegou o necessário para oferecer as melhores informações de acordo com seus dados.

Por isso, o Facebook deixou de usar dos dados dos usuários que não permitiram "melhorar" a qualidade de seus produtos, ao menos no Reino Unido. Não sabemos se no resto da Europa farão o mesmo.

Acreditamos que os consumidores mereçam muito mais informação e proteção, mas tanto o Facebook como o WhatsApp não oferecem. Se o Facebook pensa em usar os dados sem consentimento válido, meu gabinete fará tudo para atuar contra isso.

Disse Denham em entrevista.

Clique na imagem e baixe o aplicativo do MeuXP GRATUITAMENTE
Bruno Tibério Santinoni

Sou Jornalista, Radialista e Professor nas horas vagas. Nasci em 1990 (para não ter que ficar trocando aqui todos os anos). Sou pai de um casal, sendo o primogênito tão apaixonado por games quanto eu. Tenho poucos amigos por opção. Sou apaixonado pelos games e pela tecnologia.

Comente
  • Conta Google Comente usando Google
  • Facebook Comente usando Facebook
  • Disqus Comente usando Disqus

Nenhum comentário :


Animes/Filmes/Séries

[Animes%2FFilmes%2FSéries][twocolumns]

Mangá/HQ

[Mangá][grids] [Mangá%2FHQ][grids]

Parceiros

GameLover - Notícias com opinião GameLover - Notícias com opinião